PREFEITURA: CANOAS LANÇA FARMÁCIA SOLIDÁRIA

A Prefeitura de Canoas, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou nesta quinta-feira (30), a solenidade de lançamento do programa Solidare – Farmácia Solidária, que tem como finalidade receber e doar remédios para comunidade. A iniciativa permite que qualquer pessoa doe medicamentos, materiais e equipamentos médico-hospitalares, além de fórmulas lácteas e produtos de higiene, para que sejam distribuídos de forma gratuita para população mais vulnerável.

A Farmácia Solidária funcionará na rua Santos Ferreira 1655, Bairro Marechal Rondon, no mesmo local onde hoje funcionam as farmácias Municipal e Estadual. A distribuição dos remédios deve iniciar dentro de 15 dias, porém, as doações na Farmácia já podem ser feitas. O espaço fica aberto de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.
O prefeito em exercício, Nedy de Vargas Marques, destacou a importância social deste projeto, de autoria da deputada estadual, Fran Somensi e que teve lei municipal do vereador Duarte. “Especialmente neste período que estamos vivendo pós-pandemia, em que a sociedade está com muita dificuldade financeira onde, muitas vezes, as pessoas não conseguem comprar remédios porque precisam comprar o que comer, este projeto vai beneficiar muitas pessoas.”

Para o secretário da Saúde, Aristeu Ismailow, a Farmácia Solidária, além de contribuir para o tratamento de quem precisa, oportuniza redução de desperdícios e evita o descarte irregular. “Este espaço tem mais atribuições do que propriamente estender para a população carente medicamentos que eles não têm condições de adquirir. É um benefício para todos os canoenses.” Presente no lançamento, a deputada Fran falou da alegria de ter Canoas como a 36ª cidade a aderir ao programa. Apontou exemplos de outros municípios que, além de ajudarem a população mais necessitada, também economizaram recursos com a compra de medicamentos. Observou que muitas vezes quem precisa não consegue adquirir a medicação, não só por falta de recursos financeiros, mas porque o produto está em falta no mercado. “Com a Farmácia Solidária, muitas vezes, conseguimos disponibilizar estes medicamentos em falta nas farmácias e que ficariam guardados até vencer.”

Como funciona a Farmácia Solidária
Todos os medicamentos recebidos passam por triagem e análise técnica, para ver se estão preservados corretamente, dentro da validade e próprios para o consumo. Após esta primeira análise, serão separados e disponibilizados para quem precisa. Como todo medicamento, a retirada acontece somente com prescrição médica, devidamente válida.
No local, também são aceitos remédios vencidos ou que estragaram devido ações da umidade, por exemplo. Estes terão como destino o descarte correto.

Você pode gostar...

Fale Conosco
Enviar